fbpx
3 de julho de 2022

Mais uma ação para comprometer postulantes à Presidência da República com a pauta dos policiais civis

Mais uma iniciativa da UGEIRM – Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia do Rio Grande do Sul, e da FEIPOL-SUL, com a participação direta da COBRAPOL, aconteceu nesta quarta-feira (8), em Porto Alegre (RS), quando dirigentes das entidades entregaram uma pauta de reivindicações ao pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT) (foto), nos mesmos termos da que foi entregue ao presidenciável Luiz Inácio Lula da Silva na última semana.
Entre as reivindicações, consta “a reversão das injustiças contidas nas reformas da Previdência federal e estadual (RS), aprovadas em 2019 e 2020”, entre as quais o fim da paridade e integralidade nas aposentadorias policiais, a extinção da aposentadoria da mulher policial e a mudança nas regras das pensões por morte, que reduziram as mesmas a menos da metade do valor.
Além disso, a UGEIRM, somando-se ao trabalho nacional realizado pela COBRAPOL, solicitou apoio à aprovação do projeto de Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil, que se encontra em tramitação no Congresso Nacional, e deverá ser votada ainda neste primeiro semestre como um primeiro e importante passo para modernizar a instituição e valorizar seus profissionais.
COBRAPOL
Adriano Bandeira informou que a Confederação continuará incentivando iniciativas como essa, não apenas em relação aos pré-candidatos à Presidência da República, em torno das pautas nacionais, como também aos demais cargos eletivos federais e estaduais.
O presidente da COBRAPOL destacou a necessidade de uma “especial atenção no apoio aos pré-candidatos que integram a nossa categoria, sempre em sintonia com os movimentos coordenados nacionalmente pela Confederação para que esses postulantes aos cargos eletivos assumam compromisso com nossas reivindicações”.
O dirigente destacou “a importância, nesse momento, das ações buscando apoio à aprovação da Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil, cujo texto final está sendo finalizado pelos técnicos do Ministério da Justiça, após dois encontros entre os dirigentes das organizações sindicais com o ministro Anderson Torres”.
Bandeira lembrou que os entendimentos “no âmbito do Congresso Nacional estão bem adiantados no sentido de se votar a urgência e o mérito desse projeto considerado estratégico para nossa instituição e para a valorização de nossos policiais”.


Fonte: Comunicação COBRAPOL