fbpx
3 de julho de 2022

COBRAPOL REPUDIA AGRESSÃO A POLICIAL CIVIL POR PMs NO RS

A COBRAPOL vem a público manifestar seu mais veemente repúdio à violência sofrida por parte do Escrivão da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Cauê Reis Panatieri, no dia 11 de janeiro último, quando foi abordado de forma truculenta por uma guarnição da Polícia Militar no centro histórico de Porto Alegre.

Na ocasião, o policial civil efetuava a prisão de um suspeito quando foi interceptado indevidamente e de forma agressiva por 10 policiais militares, mesmo depois de ter se identificado e informado que estava no desempenho de suas atividades profissionais.

Os militares recusaram conhecer a identificação funcional do policial civil, que se encontrava em sua viatura de trabalho e, de forma absolutamente inaceitável, algemando-o e jogando-o no chão, como flagraram vídeos que circulam nas redes sociais. O que se viu, posteriormente, foi uma sucessão de agressões físicas e verbais, sem a obediência a qualquer procedimento técnico usual nessas circunstâncias.

A COBRAPOL soma-se, nesta oportunidade, à indignação da FEIPOL-SUL e das entidades que a compõem, que exigiu, como também exigimos, a apuração rigorosa dos fatos, com a identificação e punição exemplar dos responsáveis.

Episódios dessa natureza não justificam qualquer impunidade, que só servirá para incentivar tais ações despropositadas, além de estimular a animosidade entre corporações da segurança pública que devem atuar de forma cada vez mais conjunta e harmoniosa.

Brasília (DF), 13 de janeiro de 2021
André Luiz Gutierrez
Presidente

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.