fbpx
17 de agosto de 2022

COBRAPOL intensifica agenda em Brasília em torno da Lei Orgânica da PC

O presidente da COBRAPOL, Adriano Bandeira, acompanhado do presidente da FEIPOL-Norte, Edeilto Gomes, intensificou a agenda da entidade na última semana em Brasília para a aprovação da Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil (LONPC).

            Os dirigentes da Confederação reuniram-se com o deputado federal Capitão Augusto (PL-SP), presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública, ocasião em que discutiram a estratégia para votar o mais rapidamente possível tanto a LONPC, como a também a da Polícia Militar, cujo relator deverá ser o parlamentar paulista (foto acima).

            Na ocasião, Capitão Augusto informou que os entendimentos até então construídos devem levar à votação das duas leis orgânicas no primeiro esforço concentrado do Congresso Nacional que deverá ser realizado na primeira semana de agosto, após o recesso parlamentar que teve início nesta sexta-feira (16) e que se estenderá até 30 de agosto.

            Posteriormente, houve a confirmação por parte do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), que tal esforço legislativo ocorrerá entre os dias 1º e 5 de agosto, ou seja, primeira semana do mês vindouro.

            Adriano Bandeira e Edeilto Gomes também se reuniram com os deputados Gustinho Ribeiro (Republicanos-SE) e Luis Miranda (Republicanos/DF), no café do plenário da Câmara dos Deputados, com os quais discutiram os assuntos mais importantes em torno da aprovação da Lei Orgânica.

Com o senador Izalci Lucas (ao centro) e os assessores Jáder e Monteiro (nas laterais)

Outra agenda dos dirigentes aconteceu no Senado Federal com o líder do PSDB naquela casa legislativa, senador Izalci Lucas, acompanhados também pelos assessores parlamentares Marcos Monteiro e Jáder.

            Segundo Adriano Bandeira, “todos os contatos foram muito promissores no sentido de superarmos os obstáculos ainda existentes na definição do texto final de nossa Lei Orgânica, havendo uma grande possibilidade da matéria, juntamente com o requerimento de urgência, de autoria do deputado Leó Moraes, ser aprovada no primeiro ou no segundo esforço concentrado do Congresso Nacional”.

            O presidente também informou que a COBRAPOL reforçará a convocação de suas lideranças, através das Federações e Sindicatos filiados, para a primeira semana de agosto, em Brasília, quando transcorrerá o primeiro esforço concentrado.

            “Como sempre, vamos colocar todos nossos esforços nessa prioridade absoluta que é a votação da Lei Orgânica, sempre em consonância com nossas Federações e Sindicatos e a partir do interesse de nossa categoria”, afirmou, acrescentando que “mesmo não sendo a ideal para os policiais civis, esse marco legal representará um grande avanço no processo de valorização de nossos profissionais e de aperfeiçoamento da instituição, sempre dentro do objetivo de melhorar os serviços essenciais de segurança pública que prestamos à sociedade”.

Com os deputados Gustinho Ribeiro e Luís Miranda

Fonte: Comunicação COBRAPOL