fbpx
3 de julho de 2022

UNIDADE E ENTUSIASMO MARCAM A ELEIÇÃO DA NOVA DIRETORIA DA COBRAPOL

Bandeira, ladeado por Bartolomeu, Baroto, Itamir, Aline, Kiko e Giancarlo, faz sua saudação aos congressistas: unidade pela COBRAPOL e os policiais civis

Adriano Bandeira, presidente do SINPOL-SE, vai suceder André Luiz Gutierrez, na presidência da entidade

A COBRAPOL concluiu hoje (26), em Brasília, no Hotel San Marco, seu Congresso Nacional que elegeu a nova Diretoria da entidade para o quadriênio 2022/2026, sob um forte clima de unidade, após terem se apresentado vários candidatos.

Adriano Bandeira, atual presidente do SINPOL-SE, sucederá André Luiz Gutierrez na presidência da Confederação, após a eleição unânime e por aclamação, da chapa única, conforme prevê o estatuto da COBRAPOL.

Um intenso debate se deu desde ontem (25), quando teve início o Congresso e foram aprovadas as contas da entidade.

Além de Adriano Bandeira, apresentaram-se como candidatos à presidente Itamir Lima (AC), Giancarlo Miranda (MS), Evandro Baroto (PR), Aline Risi (MG), Aparecido de Carvalho e Bartolomeu Rodrigues dos Santos (AL).
Após amplas conversações conduzidas e apoiadas pelo presidente Gutierrez, prevaleceu o consenso em torno do nome de Adriano Bandeira, que já é dirigente da COBRAPOL. Itamir Lima ocupará a 1ª vice-presidência e Giancarlo Miranda, a 2ª.

Gutierrez coordena os trabalhos do Congresso

Gutierrrez, ao apresentar a chapa unitária, visivelmente emocionado, agradeceu a todos, desejou sucesso à nova gestão e disse que estaria à disposição para que “a COBRAPOL continue honrando a missão sagrada de defender os supremos interesses dos policiais civis do Brasil e da instituição a que pertencem.

Bandeira fez uma homenagem à Gutierrez e da Diretoria que encerra seu mandato e se comprometeu a dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido em torno da Lei Orgânica da Polícia Civil, do novo Código de Processo Penal (CPP) entre outros objetivos dos policiais civis. O novo presidente também agradeceu ao gesto dos demais postulantes à presidência e ao apoio de todos, e anunciou que estava, naquele momento, abrindo mão de um projeto eleitoral em seu Estado em favor do trabalho à frente da COBRAPOL.

Todos os demais postulantes também fizeram uso da palavra e ressaltaram o trabalho realizado pela gestão encabeçada por Gutierrez, como também ao gesto de Itamir Lima que abriu mão da disputa pela presidência, aceitando a 1ª vice para apoiar Bandeira.

Representantes das federações e sindicatos de todo compareceram em peso ao Congresso


Mais informações sobre o Congresso, o novo presidente e a Diretoria eleita serão publicadas em breve

Fonte: Comunicação COBRAPOL