MOVIMENTO BASTA! PROMOVE O I ENCONTRO NACIONAL PELO RESGATE DO PARLAMENTO EM DEFESA DO INTERESSE SOCIAL. COBRAPOL PRESENTE!

            O movimento BASTA! reuniu no dia de ontem (24), no Hotel Nacional, em Brasília (DF), representantes de dezenas de entidades sociais e sindicais no 1º Encontro pelo Resgate do Parlamento e em Defesa do Interesse Social (foto).

Confederações, federações e sindicatos laborais; entidades de classe; associativas e comunitárias defenderam, durante o evento, o estímulo ao lançamento de candidaturas comprometidas com os trabalhadores e a sociedade com o objetivo de buscar uma real mudança no quadro político nacional, especialmente no Congresso Nacional.

Marcaram presença no encontro o senador Paulo Paim (PT-RS) e os deputados Chico Alencar (PSOL-RJ) e Zenaide Maia (PHS-RN). Todos foram solidários com os objetivos do movimento e receberam das lideranças presente o reconhecimento pelo seu posicionamento no Congresso Nacional na defesa de interesses sociais e trabalhistas.

O BASTA! foi uma iniciativa do Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST), integrado por  22 Confederações nacionais laborais, do setor público e privado e privado, urbanas e rurais, e  de aposentados, entre as quais a COBRAPOL. Entre as suas principais bandeiras está o combate à corrupção e ao rentismo, a reforma do Estado e o fim das desigualdades sociais.

Durante o evento, Antonio Carlos Fernandes Jr, presidente da CONACATE  e um dos coordenadores do Movimento, fez uma ampla exposição sobre os objetivos do BASTA!. Antonio de Queiroz, o Toninho do DIAP, apresentou, por sua vez, os critérios que devem nortear o movimento no apoio às candidaturas dos atuais detentores de mandato e dos novos candidatos que devem ser apoiados pelas entidades que compõem o movimento.

Já o coordenador geral do FST e um dos coordenadores do BASTA!, Artur Bueno de Camargo, na abertura do encontro, falou da necessidade do movimento sindical e social colocar como prioridade a ação pela efetiva mudança na situação política do país, com ênfase para a busca de uma representação no Congresso Nacional.

“Também é preciso dar um basta aos ataques aos direitos da classe trabalhadora e aos parlamentares e governantes que representam os interesses da elite e do sistema financeiro internacional”, afirmou o dirigente sindical.

Outro coordenador do movimento, Lineu Mazano, secretário-geral da CSPB, destacou em seu pronunciamento que “esta é a primeira reunião entre várias para elegermos nossos representantes”. E acrescentou: “vamos votar em quem tem compromisso com as reivindicações dos trabalhadores e da sociedade e rejeitar aqueles que apoiaram os projetos de retirada de direitos sociais, trabalhistas e previdenciários”.

 

COBRAPOL PRESENTE

 

Presente ao evento, o presidente da COBRAPOL, André Luiz Gutierrez (foto), após falar sua experiência como policial civil, dos quais 29 dedicados ao serviço operacional, informou que, ainda no ano passado, durante o Congresso Nacional da categoria, realizado em Belém (PA), uma das pautas aprovadas foi “o empoderamento político dos policiais civis no Brasil”.

Destacou, ainda, que um número expressivo de lideranças do segmento serão candidatos a deputado federal, a senador e até a governador no pleito de outubro próximo, e argumentou que todas as entidades que tem compromisso com a sociedade deveriam trabalhar nessa direção.

O dirigente da COBRAPOL fez  também um alerta: “hoje, a gente vê a situação da segurança pública no país e encontra muita gente se dizendo especialista em segurança pública, mas, infelizmente, essas pessoas falam do que não entendem porque nunca sentiram uma bala de arma de bandido passar zunindo a um palmo de seu rosto, de sua cabeça”, argumentou.

O presidente Gutierrez estava acompanhado no evento pelo dirigente do SINPOL-SE, Jorge Henrique.

 

Fonte: Comunicação COBRAPOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *