fbpx
3 de julho de 2022

Policiais Demonstram União e Mobilização em Todo País no Lockdown da Segurança

COBRAPOL soma-se à UPB e participa, nesta segunda-feira (22), com seus Sindicatos e Federações, das atividades de protesto contra o desmonte dos direitos dos profissionais da segurança pública e servidores públicos em geral.

A COBRAPOL e suas entidades filiadas, Sindicatos e Federações, participou nesta segunda-feira (22), em praticamente todos os estados brasileiros, de manifestação organizada pela União dos Policiais do Brasil (UPB) com o objetivo de protestar contra os retrocessos promovidos com a aprovação e promulgação da PEC 186/2019 que congelou direitos das categorias da segurança pública, assim como dos servidores públicos em geral, na carona da justa e inadiável reimplantação do auxílio emergencial aos que perderam emprego e renda na pandemia.

Os atos serviram também para as entidades protestarem contra outra PEC, a 32, da reforma administrativa, que já começou a tramitar no Congresso nacional e que prevê o fim da estabilidade, a adoção do vínculo de experiência e a possibilidade de criação e extinção de cargos de chefia por decreto, entre outras medidas de estrangulamento da máquina pública, inclusive com o recrudescimento da precarização e o estímulo às privatizações de serviços essenciais.

O manifesto foi denominado de “Lockdown da Segurança Pública”, pois, ao longo do dia, os policiais civis, além dos demais segmentos da segurança, cruzaram, literalmente, os braços e organizaram atos de protesto nos locais de trabalho (delegacias, sedes da PC nos estados, etc. ). Os manifestantes portavam camisetas e faixas com a #PoliciaisSaoEssenciais (veja a galeria de fotos ao fim da matéria).

Segundo o presidente da COBRAPOL,  André Luiz Gutierrez, que acompanhou os atos que ocorreram em todo país, “os policiais de todas as categorias da segurança pública, por todo território nacional, deram uma grande demonstração de união e de mobilização, e, mais do que isso, de forte coordenação em torno dos objetivos que buscamos, principalmente, nesse momento, no tocante à reforma administrativa que promove um grande desmonte dos serviços públicos, entre os quais os da segurança que são tão essenciais para proteger o cidadão e a sociedade, e que já se encontram tão precarizados”.

A COBRAPOL, junto com a UPB, que reúne mais de 20 entidades representativas de carreiras da segurança pública no país, participou, na última semana, em Brasília (DF), de uma grande carreata dos policiais contra os efeitos da PEC 186/2019 e de repúdio à PEC 32/2020 (reforma administrativa).

Abaixo, vídeo das lideranças da categoria em Minas Gerais, ocasião em que a diretora de Comunicação da COBRAPOL, Aline Risi, convoca os policiais à luta pelos seus direitos em frente à Delegacia Regional Noroeste em Belo Horizonte-MG.

Aline Risi, juntamente com policiais civis, reivindicando direitos em Belo Horizonte-MG

Fonte: Comunicação COBRAPOL

GALERIA DE IMAGENS (em construção)