COBRAPOL REPUDIA DEMISSÃO DE DIRIGENTE SINDICAL NO PERNAMBUCO E DENUNCIA VIOLAÇÃO DA LIBERDADE SINDICAL

A COBRAPOL vem a público denunciar de forma veemente a demissão do dirigente sindical ÁUREO CISNEIROS LUNA FILHO, que exerceu de forma legítima o mandato de presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL-PE) de novembro de 2014 a novembro de 2020.

A demissão foi resultante de processo administrativo que tramitou na Corregedoria de Polícia do Estado, cuja competência é julgar eventuais desvios funcionais de profissionais, não sendo o caso do Áureo Cisneiros, liberado, com o amparo da lei, para a atividade sindical e o exercício de mandato classista.

O referido processo foi aberto ainda em dezembro de 2018 e a demissão consumada hoje (5 de janeiro), após o término do mandato sindical de Áureo Cisneiros e as festas de fim de ano, num claro atentado ao princípio da liberdade sindical, ao devido processo legal e à democracia em geral.

Repudiamos o ato respaldado pelo próprio governador, pois representa uma agressão à atividade sindical inerente à garantia da representação coletiva e ao processo democrático, previsto, inclusive, na Constituição da República.

A COBRAPOL continuará irmanada ao SINPOL-PE em todos os atos que forem adotados, inclusive em ações em Juízo, para reparar tamanha injustiça praticada contra um sindicalista e, consequentemente, contra sua entidade e os trabalhadores policiais civis que representa.

Brasília (DF), 5 de janeiro de 2021

ANDRÉ LUIZ GUTIERREZ

Presidente da COBRAPOL