Sem 13º e horas-extras, policiais civis do Rio entram em greve

Os policiais civis do Rio de Janeiro estão em greve pelo pagamento do 13º salário, além da quitação do Regime Adicional de Serviço – RAS (hora-extra) e do adicional por metas alcançadas. Com a paralisação, os serviços nas delegacias estaduais continuarão sendo prestados apenas em casos graves e de urgência. Os agentes cobram o pagamento de tudo o que é devido aos servidores ativos e também aos aposentados e pensionistas da categoria.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado do Rio de Janeiro, Rafael Barcia, a polícia civil enfrenta um verdadeiro cenário de abandono, com viaturas e armamentos sucateados e delegacias sem nenhuma manutenção. “Apesar dos problemas, os policiais têm realizado um trabalho silencioso, mas de extrema importância para o combate ao crime. Mas com o atraso nos pagamentos, o governo extrapolou todos os limites”, afirmou.

Fonte: Imprensa COBRAPOL