Nota de repúdio

A COBRAPOL soma -se à manifestação de repúdio do SINPOL-CE diante do comentário feito em rede social por Ricardo Savoldi, Delegado de Polícia Civil, quando, respondendo outro comentário, afirmou que “seria bem estranho o que ganha 25 mil ir para rua e o que ganha 3 ficar no gabinete. Nesse mundo tem rei e tem peão”.
Como bem destacou o Sindicato, em nota pública, as ações da Polícia Civil não se restringem a um gabinete, não sendo “estranho” a nenhum dos cargos os trabalhos investigativos in loco, na “rua”. Inclusive, e, principalmente, a quem está incumbido, constitucionalmente, de presidir uma investigação criminal.
Da mesma forma que a manifestação do Sindicato, consideramos extremamente nocivo às causas da instituição a qual pertencemos e ressaltamos, também, a relação entre o que se ganha e o que se faz.
Trata-se de uma manifestação flagrantemente preconceituosa contra nossos agentes, investigadores e escrivães, cuja  missão profissional é tão importante quanto à dos (deus)legados, que, como já assinalou o SINPOL-CE,  nada contribui para o crescimento da instituição como um todo.
Tal preconceito apenas conspira contra a justa e legítima luta que travamos, no Ceará e em outros estados brasileiros, para reduzir a abismal diferença salarial ainda existente entre integrantes de uma mesma corporação.
O comentário, no momento em que nos encontramos diante de tantos desafios, apenas incentiva uma desunião que só interessa aos que pretendem uma Polícia Civil fraca e desunida, razão pela qual merece nosso mais veemente protesto.
A hora é de unidade pela valorização de nossa instituição e de todos nossos profissionais, nunca tão ameaçados em seus direitos.
Brasília, 18 de maio de 2019
André Luiz Gutierrez
Presidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *