Movimento BASTA! pela renovação política faz sua primeira reunião. COBRAPOL presente!

Às vésperas da eleição para presidente da República, governador, senador e deputado estadual e federal, o Movimento Basta se reuniu na tarde desta sexta-feira (2), na sede da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas (Afresp), na capital paulista, para estruturar sua base organizacional, rever o conteúdo programático do movimento e definir as exigências aos candidatos que pretendem obter a certificação (foto).

O presidente da COBRAPOL, André Gutierrez, representou a entidade no encontro que surgiu com o objetivo de formatar, monitorar e desenvolver políticas públicas baseadas na agenda das 71 entidades que compõem seu quadro, além de certificar candidatos que pretendem concorrer ao parlamento em 2018.

A meta é certificar candidatos e desenvolver políticas públicas que atendam às pautas do movimento e que são voltadas à área social. Além disso, os trabalhos serão direcionados no combate as políticas econômicas implantadas pela agenda liberal.

Para se certificar, os candidatos indicados pelos membros do movimento serão avaliados de maneira criteriosa, com pesquisas sobre a “ficha limpa” e os compromissos com a agenda de reformas sociais. Além de centrais sindicais, fazem parte do Basta entidades da iniciativa privada e do setor público, organizações não governamentais, associações ligadas à imprensa e outras representações classistas.

A próxima reunião do movimento acontecerá no dia 21 de fevereiro, em Brasília. As entidades se aprofundarão nas estruturas organizacionais do projeto para no futuro fazer um chamamento à sociedade e mostrar quais são os seus objetivos.

Bandeiras – O movimento tem como principais bandeiras o combate à corrupção, a reforma do Estado e o comprometimento com as políticas de redução das desigualdades sociais. Além de combater o rentismo e o mercado.

COBRAPOL –  O presidente da COBRAPOL considerou “de extrema urgência o movimento sindical e social unir-se em torno desse processo de renovação política, não só no Poder Executivo, mas, também, no Congresso Nacional, cuja composição atual contraria os interesses dos trabalhadores e da sociedade”. O dirigente sindical afirmou que a Confederação já está desenvolvendo uma ação “com o objetivo de estimular candidaturas de trabalhadores policiais em todo país para os mais variados cargos”.

Fonte: Comunicação COBRAPOL/CSB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *