MOÇÃO CONGRESSO COBRAPOL: REPÚDIO AO PROJETO DE LEI DO SENADO 190/2014!

O Congresso Nacional da COBRAPOL, realizado em Brasília, nos dias 25 e 26 de maio, aprovou, por unanimidade, Moção de Repúdio ao Projeto de Lei do Senado 190/2014, de autoria do senador Antônio Carlos Valadares (SE), que determina que os órgãos de segurança pública devem priorizar a utilização de instrumentos de menor potencial ofensivo.

Sob o falacioso pretexto de que não se deve utilizar “armas letais”, institui-se no país um confronto desigual entre as forças de segurança e os criminosos em geral, o que é absolutamente inaceitável, pois, como se sabe, esses últimos, acabam tendo acessos a armamento de maior agressividade como metralhadoras e fuzis modernos.

É como se a vida dos policiais e vítimas inocentes da sociedade tivesse menor valor que a dos bandidos. Não por outro motivo, o índice de matança de policiais no Brasil é o maior do mundo e aumentaria significativamente se utilizassem apenas armas não letais.

A COBRAPOL, legítima representantes dos policiais civis, une-se a todas as suas entidades filiadas, federações e sindicatos, assim como aos demais segmentos da segurança pública do Brasil para impedir a aprovação do referido projeto que, em última instância, favorece a criminalidade em detrimento da segurança do cidadão brasileiro.

 

Brasília, 26 de maio de 2018

 

André Luiz Gutierrez

Presidente da COBRAPOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *