FEPOLNORTE REPUDIA AÇÃO “ARBITRÁRIA E ANTIDEMOCRÁTICA” CONTRA SINPOL-CE. COBRAPOL TAMBÉM É SOLIDÁRIA COM OS DIRIGENTES CEARENSES

A Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Norte – FEPOLNORTE emitiu nota assinada pelo seu presidente, Itamir Alisson Neves de Lima, em que “repudia veementemente as ações da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Estado do Ceará” pelo fato de ter instaurado “de forma arbitrária, antidemocrática e repugnante Processo Administrativo Disciplinar com o intuito de demitir diretores do SINPOL-CEARÁ por estes atuarem em suas legítimas atividades sindicais na defesa da categoria”.

A COBRAPOL, também pelo presidente, André Luiz Gutierrez, solidariza-se com os dirigentes do SINPOL-CE e condena as arbitrariedades perpetradas pela Controladoria Geral. “Infelizmente, não são ações isoladas, pois fatos como esse verificamos em outros estados brasileiros onde policiais civis, no exercício do legítimo e constitucional direito sindical, são perseguidos por atuarem em defesa de sua classe”, afirmou.

Publicamos, na íntegra, a Nota da FEPOL-NORTE.

 

NOTA DE REPÚDIO

 

A Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Norte – FEPOLNORTE, repudia veementemente as ações da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Estado do Ceará que de forma arbitrária, antidemocrática e repugnante instaurou Processo Administrativo Disciplinar com o intuito de demitir Diretores do SINPOL-Ceará por estes atuarem em suas legítimas atividades sindicais em defesa dos profissionais da polícia civil daquele estado.

A desastrosa atuação do referido órgão fiscalizador deu-se por conta de uma denúncia de usurpação de função que o SINPOL-CE realizou ainda no ano de 2016, ou seja, no exercício fidedigno de suas atribuições. A performance absurda conta ainda com o aval da Procuradoria Geral do Estado que em seu entendimento atual diz que os referidos sindicalistas não gozam de imunidade sindical, simplesmente por serem representantes de servidores público, em um atentado violento aos termos democráticos consagrados no texto da Constituição Federal de 1988.

É grave vermos este tipo de postura de qualquer governo em um Estado Democrático de Direito, mas ainda mais estranha e abominável em um estado comandado por representante de um Partido marcado pela representação dos trabalhadores, nos fazendo crer que tal atitude é tomada à revelia de seu chefe maior.

A FEPOLNORTE solidariza-se com os Diretores do SINPOL e todos os policiais civis do Estado do Ceará colocando-se à disposição, juntamente com os estados que representa, para juntos encontrarmos meios para rechaçar e coibir atitudes como essas, para que não prosperem e jamais sejam toleradas em meio à nossa sociedade.

Manaus (AM), 13 de novembro de 2018

ITAMIR ALISSON NEVES DE LIMA

Presidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *