CONGRESSO DA COBRAPOL DEBATE APOSENTADORIA DOS POLICIAIS CIVIS

O Congresso Extraordinário da COBRAPOL teve continuidade hoje (14) com uma palestra de Daisson Portanova, jurista, consultor em matéria previdenciária e de Direito Social, professor em Direito Previdenciário e ex-presidente da Comissão de Previdência Social da OAB-RS (fotos). Após a apresentação do professor, houve debates sobre as consequências da aprovação da PEC 6/2019 na Câmara dos Deputados para os policiais civis e demais profissionais da segurança pública.

Uma outra questão abordado durantes os debates foi a implantação da reforma nos Estados e seus reflexos para a categoria. Hoje ainda, no período da tarde, haverá discussão sobre a estratégia a ser adotada pela COBRAPOL e suas entidades filiadas na continuidade da luta pela defesa da aposentadoria diferenciada. A PEC 6/2019, nesse segundo semestre, terá que ser votada, ainda, em dois turnos no Senado Federal.

O presidente da Confederação, André Luiz Gutierrez, afirmou que uma das principais motivações do Congresso é a discussão dos rumos da luta pela defesa da aposentadoria policial. “Essa é uma questão que diz respeito aos atuais profissionais e aos futuros, por isso, temos que buscar todas as alternativas para não haver retrocesso em nosso direito a uma aposentadoria diferenciada em razão das atividades de risco que exercemos, assim como outros segmentos da segurança pública”, argumentou.

O Congresso continuará hoje com a discussão das estratégias de ação da entidade na luta pela defesa da aposentadoria dos policiais civis e uma homenagem aos parlamentares federais que apoiaram a entidade e os profissionais de segurança durante os debates da reforma previdenciária na Câmara dos Deputados.

Fonte: Comunicação COBRAPOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *