COBRAPOL: MOBILIZAÇÃO TOTAL NOS ESTADOS E EM BRASÍLIA PELA APOSENTADORIA POLICIAL

A COBRAPOL, através de seu presidente, André Luiz Gutierrez, após reunião em Brasília no último dia 15 de janeiro, que contou com a presença de lideranças da categoria de todo país, está promovendo uma grande mobilização em todo país em defesa da aposentadoria policial.

Os policiais civis, através de seus sindicatos e federações estaduais e regionais, estão sendo convocados a participar de manifestações nos Estados, na próxima terça-feira, 4 de fevereiro. O objetivo central dessas mobilizações é sensibilizar os parlamentares dos entes federativos sobre a importância da aposentadoria policial (isonomia com os policiais militares), com respeito aos princípios da paridade e integralidade, principalmente nos Estados onde está sendo discutida a mudança no sistema previdenciário, ou mesmo naqueles onde a reforma já aconteceu contrariando os interesses da categoria. Essas manifestações acontecerão, preferencialmente, nas assembleias legislativas estaduais.

A Confederação também está mobilizando suas lideranças para, entre os dias 10 e 14 de fevereiro, promoverem contatos com os deputados federais em Brasília, em razão da tramitação da PEC 133/2019 (PEC Paralela), já aprovada no Senado Federal e, hoje, em tramitação na Câmara dos Deputados. O foco desse trabalho será também a busca da isonomia com os policiais militares, a condenação de toda e qualquer discriminação e a defesa da constitucionalização da aposentadoria policial – segurança jurídica fundamental para evitar prejuízos nas reformas que estão sendo promovidas nos Estados.

Ainda no dia 19 de fevereiro, a COBRAPOL estará realizando uma mobilização nacional da categoria para a doação de sague nos hemocentros de todos os Estados com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a importância da causa pela qual a entidade luta. A COBRAPOL informa, ainda, que outras datas poderão ser definidas de acordo com o calendário de tramitação da PEC 133.

Segundo Gutierrez, “essa luta não pertence apenas à nossa categoria, mas a todos profissionais de segurança e a toda sociedade, pois, eventuais retrocessos nos benefícios previdenciários representará um brutal desestímulo ao ingresso na carreira de novos policiais, assim como uma desvalorização dos que já se encontram no exercício de missão tão importante para a segurança da sociedade brasileira e do cidadão”.

Veja, na sequência, a convocação do presidente Gutierrez para a mobilização nacional

 

 

Fonte: Comunicação COBRAPOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *