COBRAPOL DÁ CONTINUIDADE AO CONGRESSO PARA DEFINIR TEXTO DA LEI ORGÂNICA DA PC

A COBRAPOL dará continuidade nesta sexta (11), sábado (12) e domingo (13) ao Congresso Extraordinário que a entidade realizou em novembro, nos dias 7 e 8, no Clube da AGEPOL, em Brasília, para discutir e deliberar sobre a proposta de Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil (LONPC), a partir do texto discutido com a Adepol Brasil. Os presentes apreciaram o texto em novembro e, em sua continuidade, o Congresso Extraordinário apreciará o restante da proposta.

Nesse período, todas as regiões debateram propostas de emenda ao texto com a presença dos vice-presidentes regionais da COBRAPOL e dos presidentes das Federações filiadas. Tais propostas foram encaminhadas à Confederação para serem submetidas ao Congresso.

A expectativa é de que o evento conte com a participação de representantes de praticamente todos os Estados diante da importância do tema relacionado à LONPC.  Dezenas de lideranças dos Sindicatos e Federações filiadas à Confederação participarão ativamente dos debates e apresentarão emendas ao texto discutido até o artigo 11º.

Segundo o presidente da COBRAPOL, André Luiz Gutierrez, “o Congresso está cumprindo sua finalidade e esperamos que o espírito construtivo prevaleça na definição de um texto que pode não ser o ideal para nós, mas será o que é possível para momento, de modo a avançarmos na superação das distorções funcionais hoje existentes na instituição, que comprometem a qualidade dos serviços essenciais de segurança pública”.

E acrescentou: “concluiremos essa discussão da Lei Orgânica que é vital para superar essas distorções, valorizar os profissionais da Polícia Civil e, consequentemente, fortalecer as ações da segurança pública nacional”.

Gutierrez lembrou que, “a partir do texto final que aprovaremos no Congresso, buscaremos novos entendimentos com a Adepol Brasil para, na sequência, encaminhar uma proposta ao Ministério da Justiça, através da SENASP, de modo que tenhamos uma nova legislação, mais moderna e que represente um passo à frente no aperfeiçoamento da Polícia Civil”

Fonte: Comunicação COBRAPOL